Outdoor Education: Start Anglo cria sala de aula em shopping de Rio Preto
6 de agosto de 2021
Aluno Start Anglo poderá realizar o exame de proficiência da Oxford
20 de agosto de 2021
Exibir todos

Outdoor Education: Start Anglo cria sala de aula em shopping de Rio Preto

Localizado no Shopping Iguatemi Rio Preto, espaço de coworking servirá para o desenvolvimento de atividades e desafios que motivem os alunos a pensar além do óbvio.

 

“O principal objetivo da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram”(Piaget,1970:53).

 

Explorada no mundo todo, a técnica de Outdoor Education consiste em levar o aluno para experiências educacionais fora do ambiente de sala de aula. Entre os dias 08 e 13 de agosto, os alunos da 1ª série do Ensino Médio da Start desenvolverão uma proposta voltada a estratégias de empreendedorismos em uma sala de coworking, montada dentro do shopping Iguatemi Rio Preto.

O ambiente contará com revezamento de estudantes, dentro da capacidade e horário permitidos devido à pandemia do coronavírus. No local, os alunos cumprirão tarefas e atividades, bem como desafios que os motivem a pensar além do óbvio.

O projeto faz parte da finalização da ação que a escola lançou, junto à Truss, empresa de cosméticos de Rio Preto, no mês de maio. Na ocasião, os alunos fizeram uma visita à empresa, onde tiveram a oportunidade de conviver com o universo profissional voltado às preocupações de sustentabilidade, garantindo, assim, uma formação mais ampla e necessária para ajudá-los a encontrar seus propósitos e desenvolver importantes habilidades para a construção de profissionais do futuro.

“Entendemos que as atividades desenvolvidas no primeiro semestre formaram a base sólida para o desenvolvimento de habilidades e soft skills importantes assim como garantiram o desenvolvimento de conteúdos essenciais de maneira contextualizada e inovadora”, destacou Janaina, coordenadora da Escola.

 

Para Janaina, o projeto mostrou que o mundo em que nos encontramos hoje tem exigido o desenvolvimento de competências que auxiliem essa nova geração na busca, seleção, reflexão crítica e produção de informações de qualidade. “A intenção é que a proposta fomente a construção de saberes significativos para uma atuação social consciente e cidadã, e isso é possível de ser feito na escola”, acrescentou Marcelo, diretor da Escola Start.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *